sexta-feira, 4 de julho de 2008

Águas do meu Portugal

Este é um blog que se verga em hidroassuntos, pelo que o referido dito cujo assunto enquadra-se na coisa.


Conforme noticía hoje o Público e o Jornal de Noticias a AdP (uma espécie de EDP das Águas que ainda não foi à Bolsa de Valores), foi auditada pelo Tribunal de Contas. E Pronto a malta ficou a saber o que já se sabia, a saber: são depósitos de prejuízos e rios de gratificações por objectivos alcançados. Para variar o TC também acha que gastaram demais com viaturas !!! O tribunal não deverá saber, que esta malta viaja muito dentro das condutas !!!


No site do Tribunal de contas, podem descarregar em *.pdf o relatório da auditoria. Prestem atenção nas respostas do Conselho de Administração aos auditores, que está transcrita nas últimas folhas.

Esta República é do melhor. Aprendi na Escola Secundária Marques de Castilhos, que a molecula da água era uma molécula simples. Parece que agora já não é.
Tinha de vir o Tribunal de Contas complicar a quimica da coisa.
Conselho de Administração
Presidente: Pedro Eduardo Passos da Cunha Serra
Vogal: Justino Manuel Matias Carlos
Vogal: António Manuel da Silva Branco
Vogal: João Manuel Lopes Fidalgo
Vogal: José Maria Martins Soares
Vogal: CGD representada por Francisco Manuel Marques Bandeira
Vogal:Parpública - SGPS, S.A. representada por João Manuel de Castro Plácido Pires

3 comentários:

Marieke disse...

Coincidência..vim a ouvir a notícia na TSF..era um tal Pedro Serra..que dizia tipo...O mário Lino é que fez m...se tivesse sido eu não faria as coisas assim..e vai daí o tal Pedrito..li agora aqui é o Presidente do Conselho de Administração...bonito bonito...

BLUE MOON I disse...

Ó desgarçado, inda bais preso hóme.
Atão botas os nomes a lume e tudo??
E eu que pensaba que tinhamos um problema de binho... Afinal é d'áugas....
Ora Bai-te-bai-te...

joao veiga disse...

E Viva a Xulice.
Nas Aguas é isto.
O T. Contas detecta 43 milhoes de euros gastos pelo estado sem autorização e o chefe dos fiscais vem dizer que é normal (oh teixeira pá, manda só 10 % dessa normalidade para a minha conta pá), o mesmo chefe dos fiscais vem dizer que a compª das aguas é séria (oh teixeira pá, manda, já agora, 5 % dos prémios que os aguadeiros sérios distribuiram por eles para a minha conta, teixeira, pá, anda lá pá, eu também sou sério, pá, e mais, uma parte desses prémios paguei-os eu com os meus impostos que tu me sugas, teixeira, pá)